História e Curiosidades sobre a Flauta.
(Desde já peço desculpas pelos textos em original, não tenho tempo para traduzí-los. Quem tiver, pode enviar que eu ponho no ar)
Outra coisa muito importante: Decidi copiar vários links para o site de forma direta, mantendo obviamente os créditos e endereços originais. Muitos sites bons têm saído com frequência do ar e/ou foram removidos permanentemente.

História da Flauta Doce
Referência: http://www.geocities.com/Vienna/5654/
Contribuição do Prof. Hélcio Müller

História da Flauta Doce
Referência:
http://www.liaa.ch.ufpb.br/~romdam/
Contribuição do Prof.
Romero Damião

Esta é a flauta mais antiga do mundo atualmente. Descoberta em 1995 num sítio arqueológico em Divje Babe na Slovênia, foi esculpida em osso de urso e tem 50.000 anos de idade.

Análise da Flauta Neandertal (NEANDERTHAL FLUTE)-(Inglês))
Referência: http://www.greenwych.ca/fl-compl.htm
Análise musicológica por Bob Fink do instrumento mais antigo do planeta.

Processo de fabricação da Flauta transversal - Yamanha
Traduçao do site: http://www.yamaha.co.jp/edu/english/factory/fl/index.html
A. Cunha

 

Estas são as flautas tocáveis mais antigas do mundo. Descobertas em Henan, China, têm 9.000 anos.

História Cronológica da Flauta Transversal -(INGLÊS)
Flute history timeline

Historia de la Flauta Transversal -(ESPANHOL)
Referência: http://www.flutepatricia.4t.com/
Contribuição de Patricia García


O alemão Theobald Friedrich Böhm (Boehm) (1794-1881) aprendeu jovem à tocar flauta e também fabricava alguns modelos. Apesar de virtuoso, Böhm é mais conhecido pelo sistema que desenvolveu para flauta tranversal e que foi adaptado posteriormente para maioria dos instrumentos de sopro (As Madeiras) que sofreram poucas modificações na atualidade.
Ao assistir em Londres em 1831 o flautista Charles Nicholson tocando uma flauta com buracos maiores ele decidiu redesenhar o instrumento, inspirado pelo pureza do som. Em 1847 terminou e patenteou seu projeto que ganhou inúmeros prêmios e se tornou o modelo de flauta mais utilizado no mundo.

Biografia (INGLÊS)

Biografia (ALEMÃO)

 

 

Tudo o que você quis saber sobre flauta mas tinha medo de perguntar
Contribuição: Heiberto Porto

Willow Flute (Inglês)
Referência:
http://www.mathematische-basteleien.de/flute.htm
Faça sua Flauta/Apito em madeira

Pixinguinha começou seu aprendizado musical inicialmente com seus irmãos, que lhe ensinaram cavaquinho. Seu pai tocava flauta e promovia muitas festas em casa, das quais participavam chorões famosos, como por exemplo Villa Lobos, Quincas Laranjeira, Bonfiglio de Oliveira, Irineu de Almeida, entre outros. Pixinguinha cresceu ouvindo essas reuniões musicais, e, no dia seguinte a cada noitada, tirava de ouvido os chorinhos aprendidos na noite anterior, numa flauta de folha. Mas seu grande sonho mesmo era aprender a tocar requinta (uma espécie de clarinete). Não tendo dinheiro para comprar o instrumento para o filho, Alfredo foi lhe ensinando a tocar flauta mesmo.

Build a Native American-style Love Flute (Inglês)
Referência: http://members.aol.com/ejbxyz/

Faça uma flauta nativa americana em PVC

JEAN-PIERRE RAMPAL (1922-2000)
Jean-Pierre Rampal, que popularizou a flauta como um instrumento solo e se transformou em uma das mais brilhantes estrelas da música clássica. Ele é o patrono da Associação Brasileira de Flautistas. Leia mais sobre ele no site da ABRAF.

 

Plumber's Pipe (Inglês)
Referência: http://markshep.com/flute/Pipe.html

"A Flauta do Encanador" Faça uma flauta em PVC

Flauta em PVC(Inglês)
Referência: http://www.nativeaccess.com/ancestral/flute-adv.html

Faça uma flauta nativa americana em PVC

Flauta em PVC_(2o modelo)(Inglês)
http://www.phy.mtu.edu/~suits/naflute.html

Faça uma flauta nativa americana em PVC

Mais outra Flauta em PVC_(técnicas)(Inglês)
http://www.cwo.com/%7Eph_kosel/designs.html

Faça uma flauta nativa americana em PVC

Faça sua Flauta de Bambu(Inglês)
Referência: h
ttp://www.motherearthnews.com/library/
1982_November_December/Homegrown_Music__Make_a_Bamboo_Flute
Faça uma flauta de bamboo

Faça outra Flauta de Bambu(Inglês) Arquivo PDF (380K)
Referência: http://www.amaranthpublishing.com/BambooFlutes.htm

Faça uma flauta de bamboo

Física de la flauta transversa(Espanhol) Arquivo PDF (629K)
Autores:
Garbarz, Alan; Martínez Gazoni, Rodrigo Docentes: Iemmi, Claudio; Mazzaferri, Javier; Villarreal, Mirta Asignatura: Laboratorio 2, Depto. Física, FCEN, UBA Fecha: Noviembre de 2003
Contribuição: Marcos Andre

O Instituto de Robótica Humanóide da Universidade de Waseda (Japão) desenvolve um andróide flautista desde 1990. A parte mais complexa do projeto foi o desenvolvimento dos lábios. Vejam mais detalhes no link abaixo.

 


Robô Flautista (Inglês/Japonês)
Referência:
http://www.takanishi.mech.waseda.ac.jp/research/flute/index.htm
Contribuição: Michelle Willis

O instrumentista e compositor Pattápio Silva nasceu no município de Itacoara, Rio de Janeiro em 22 de outubro de 1881 e faleceu em 24 de março de 1907, na cidade de Florianópolis, Santa Catarina. Passou a infância na cidade mineira de Cataguases, onde o pai era barbeiro, e desde menino interessou-se por música, aprendendo a tocar em flauta de folha-de-flandres. O pai ensinou-lhe seu ofício, e nas horas vagas o menino praticava na flauta, ingressando, aos 15 anos, na banda de música da cidade. Nessa época estudou solfejo e teoria musical tom o maestro italiano Duchesne, que vivia em Cataguases, e, conseguindo comprar uma flauta de chaves, deixou a cidade e passou a tocar em diversas bandas da região. Atuou em seguida nas bandas de cidades fluminenses, como São Fidélis, Miracema, Santo Antônio de Pádua e Campos, e em 1901 transferiu-se para o Rio de Janeiro RJ, indo morar no bairro da Lapa. Trabalhou inicialmente como barbeiro e depois como tipógrafo, matriculando-se no I.N.M., na classe de flauta do professor Duque Estrada Meyer. Estudando dez horas por dia, em 1903 concluiu o curso, cuja duração normal era de seis anos, recebendo medalha de ouro e o primeiro prêmio do Instituto. Contratado por Fred Figner gravou na Odeon (Casa Edison) de 1904 a 1906, interpretando peças como Noturno n° 1 e Noturno n° 2, de Fréderic Chopin (1810-1849), Serenata, de Franz Schubert (1797-1828), Serenata oriental (Ernesto Kõhler), Allegro (Terschak), a polca Só para moer (Viriato) e, de sua autoria, a valsa Primeiro Amor, Variações de flauta (Fantasia de concerto), Margarida, Sonho, Serenata d'amore, Amor perdido e Zinha. Conhecido por seu virtuasismo, foi convidado a tocar no Palácio do Catete, para o então presidente Afonso Pena. Em seguida, resolveu excursionar pelo Brasil, a fim de obter recursos financeiros para uma viagem de estudos ao exterior, apresentando-se nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Paraná. No interior de São Paulo, apresentou-se acompanhado ao piano pelo futuro compositor Marcelo Tupinambá, ainda menino. Todavia, em Florianópolis, contraiu difteria, morrendo cinco dias depois. Seu funeral foi promovido pelo governo de Santa Catarina.
Ouça "Primeiro Amor" de Pattápio Silva - FORMATO MIDI

Link futuro (IDIOMA)
Referência:
http://www.
Contribuição:

 



JOHN AMADIO
é o Molière dos flautistas. Flautista virtuoso, morreu tocando no palco em 1964.

 


A flauta que faz a TV de domingo...


 

Link futuro (IDIOMA)
Referência:
http://www.
Contribuição:

Link futuro (IDIOMA)
Referência:
http://www.
Contribuição:


"Uma noite de lua pálida e gerânios ele viria com boca e mão incríveis tocar flauta no jardim. "

Adélia Prado
Trecho de "A Serenata"

©2001-2007 A Flauta